Existem várias formas de ser solidário. Qual é a vossa?

BENS . TEMPO . DINHEIRO

Aqui vão encontrar boas ideias para ajudar da forma como mais gostarem!

DESAFIO DO MÊS

DOAR CAIXAS VAZIAS DE PAPA / LEITE PARA A AJUDA DE BERÇO

DESAFIO SONHADO

Este é um Desafio sonhado! Já está pensado há muito tempo. Como outros que vou alimentando, guardo-o até chegar o momento em que sei que é o certo para "ele" se revelar. E não podia ser mais simples! Começo achar que me repito nesta "deixa" do tão simples, mas se efectivamente é, qui ça se não estarei só a reforçar uma evidência e vos deixar a pensar o mesmo que eu: "Não dá para não participar neste desafio!"

#PARTNERSHIPS 4 GOOD

Trocar latas de leite vazias por cheias. Desafiar a Nutriben e ajudar uma instituição. A ideia começou assim. Em conversa com a Joana Poiares do Barrigas de Amor, conto-lhe a ideia e ela imediatamente quer aderir; decidimos que esta será a nossa primeira parceria. Digo-lhe que estou a pensar na Ajuda de Berço e que gostava de usar as embalagens solidárias para que este desafio não tenha qualquer custo para quem se quiser participar. Juntas continuamos a estruturar a ideia que apresentamos à Nutriben e que, à semelhança da Joana, adere no primeiro instante. Convidamos a Vera Pinheiro do blog "Viagens dos Vs" e com esta excelente embaixadora está fechado o grupo de pessoas que em conjunto com a MUBU vos lança o desafio deste mês.

COMO VAMOS AJUDAR

 Às latas de leite juntam-se as caixas de papa! Guardem tudo! Depois é só irem aos CTT, colocarem as embalagens vazias numa caixa solidária, assinalar "Ajuda de Berço" na tampa e gratuitamente as vossas caixas serão entregues na Instituição. O resto fará a Nutriben que por cada lata ou caixa vazia, vai entregar uma cheia. Temos um tecto de 1.000€ de produto, ajudam-nos a atingir esta meta? Se conseguirmos estaremos, por exemplo, a ajudar com o leite para um bebé durante um ano inteiro!

DESAFIO PARA TODOS

Por falar em sonhos, um dos que tenho para a MUBU é que todas as pessoas possam aderir aos desafios. Este é um deles. Se têm estas embalagens aí por casa, apenas é necessário um pouco de tempo para dar um saltinho aos correios e vão estar a ajudar estes bebés e crianças.

AJUDA DE BERÇO

Estava uma tarde soalheira quando cheguei à Casa de Acolhimento de Monsanto da Ajuda de Berço. A primeira parte da nossa conversa é na sala de visitas onde são recebidas as famílias que vêm ter com as crianças que aqui vivem. Quem me recebe é a Mariana Reis: "Desculpe está um pouco desarrumado..." Digo-lhe que tenho duas filhas pequenas e que me parece que a sala está impecável!

NÚMEROS

A Ajuda de Berço tem duas casas. Esta onde estamos e uma segunda na Avenida de Ceuta. No total são 40 crianças e bebés (alguns deles recém nascidos), 20 em cada uma. Na outra casa, que tem menos luz e é mais pequena estão os bebés; aqui, onde há mais espaço para correr estão os mais crescidos. A maioria das crianças está entre os 2 e 4 anos. Existem 10 rapazes de 5 anos e um menino com 12 anos. Inicialmente o projecto destinava-se apenas a bebés mas como me explica "estamos aqui para servir e adaptámo-nos à realidade e às necessidades". Das 40 crianças quase duplicam os funcionários que são 70 e contam ainda com uma média de 35 voluntários, alguns deles há mais de 10 anos.

UMA CASA COM MUITOS AFETOS

Tentam que a rotina e os afectos sejam o mais aproximado possível de uma casa. "Claro que não é normal uma criança ter 40 Figuras Maternas", diz-me a Mariana com graça! Os meninos mais crescidos vão para a escola de manhã e voltam à tarde. Os mais pequenos têm actividades de manhã, almoçam, fazem a sesta e ainda há tempo para mais um bocadinho de brincadeira à tarde. Entretanto chegam os mais crescidos e muda o turno dos funcionários, nesta dinâmica é uma altura do dia em que garantidamente são vividos momentos muito animados.

XIXI E CAMA

Chegamos à hora do banho que é um corrupio em todas as casas, esta não é excepção. Imaginem dar banho a 20 crianças! A casa de banho está muito bem organizada! De um lado tomam banho as meninas e do outro os rapazes. As banheiras são altas para que seja mais confortável para as 40 cuidadoras que, desta forma, têm a tarefa um bocadinho mais facilitada.

Hora de dormir. Espreitamos os quartos. São todos muito acolhedores. Têm fotografias das crianças perto das suas caminhas, brinquedos e um closet comum que se conjuga com os armários nos quartos.

Organização é a palavra de ordem e numa família tão grande não podia ser de outra forma. Vejo em vários detalhes que é feito um esforço para que esta casa seja mais do que uma instituição, procura-se que seja uma casa com uma Família Grande e isso é espectacular!

AS CRIANÇAS

Feito o tour pela casa chega a parte que é mais delicada. "A esta hora já devem ter todos acordado da sesta!" Até agora estamos numa casa a falar de crianças, não sendo completamente abstracto quando pomos caras nas crianças o coração fica mais apertado. Instintivamente penso que estas crianças deviam estar com os pais; mas com a mesma velocidade penso que estas são as crianças que têm a sorte de ter uma equipa com pessoas espectaculares que lutam pelo seu bem-estar, quando isso não foi possível ser feito pelos pais ou família mais próxima. Fico a saber que uma das razões dos processos de adopção serem tão demorados deve-se - também - ao facto de serem dadas tantas oportunidades à família biológica.

FORMAS DE AJUDAR

Não passa despercebida a ideia genial das listas de necessidades que mensalmente são actualizadas no site da Ajuda de Berço, a despensa. Além dos donativos pontuais ou regulares, o voluntariado também pode ter o mesmo ritmo. Para quem não consegue manter esta rotina regular, podem sempre estar presentes acções pontuais que decorrem ao longo do ano. Existe ainda a possibilidade de fazer um telefone solidário (760 300 410) ou de comprar o relógio da Swatch, fiel apoio desta instituição.

E ASSIM FAZEMOS PARTE DO PROJECTO

Não seria por acaso estarem três meninas vestidas quase de igual: vestido ou saia de ganga, t-shirt rosa e lacinho no cabelo, um amor! Quando vejo aquelas carinhas tão sorridentes e felizes a esticarem-se para ver o que se passa quando atravessamos o corredor, penso: ainda bem que vamos ajudar esta casa. Este projecto está a "construir" crianças felizes e tranquilas e é um privilégio fazer parte dele. Não se esqueçam das vossas embalagens vazias e ajudem também! 


Este desafio solidário tem apoio de produção da


PARCEIROS MUBU


INSTITUIÇÕES BENEFICIÁRIAS


MUBU ONLINE


(English Version - Versão em inglês)

There are several ways to be solidry. What's yours?

GOODS . TIME . MONEY

Here you will find good ideas to help in any way you prefer!

CHALLENGE OF THE MONTH 

DONATE EMPTY  CANS AND BOXES OF MILK AND PAP FOR AJUDA DE BERÇO


DREAMED CHALLENGE

This is a Dreamed Challenge! It has been thought for a long time. Like others I'm feeding, I keep it until the moment comes when I know it's the right time for him to reveal itself. And it couldn ot be simpler! I start thinking that I repeat myself in this "line" of the simple thing, but if it really is, then I will not be just reinforcing an evidence and letting you think the same as I: "There's no way you will not participate on this challenge!"


#PARTNERSHIPS 4 GOOD

Swap empty milk cans for full ones. Challenge Nutriben and help an institution. The idea started like this. In conversation with Joana Poiares from Barrigas de Amor (Love Bellies), I tell her the idea and she immediately wants to join; we decided that this will be our first partnership. I tell her that I am thinking of the Ajuda de Berço (Crib's Help) and that I would like to use the solidary packaging so that this challenge doesn't have any cost for those who want to participate. Together we continue to structure the idea that we present to Nutriben and, like Joana, they join in the first moment. We invite Vera Pinheiro from the blog "Voyages of the Vs" and with this excellent ambassador is closed the group of people that together with MUBU launches the challenge of this month.


HOW WE WILL HELP

To the milk cans, we joined pap boxes! Guard it all! Then just go to the CTT, put the empty packaging in a solidary box, tick "Ajuda de Berço" on the lid and free of charge your boxes will be delivered to the Institution. The rest will make Nutriben that for every can or empty box, will deliver a full one. We have a ceiling of € 1,000 of product, will you help us achieve this goal? If we can, for example, we'll help to donate milk for a baby for a whole year!


CHALLENGE FOR ALL

Speaking of dreams, one of the ones I have for MUBU is that all people can adhere to the challenges. This is one of them. If you have these packages at home, you just need a little time to go to the post office and you will be helping these babies and children.


AJUDA DE BERÇO

It was a sunny afternoon when I arrived at Monsanto's Welcome Home at Ajuda de Berço. The first part of our conversation is in the living room where the families who come to see the children who live here. Who receives me is Mariana Reis: "Sorry it's a bit messy ..." I tell her that I have two small daughters and that it seems to me that the room is impeccable!


NUMBERS

Ajuda de Berço (Crib's Help) has two houses. The one we're at and a second one on Avenida de Ceuta. In total there are 40 children and babies (some of them newborn), 20 in each. In the other house, which has less light and is smaller are the babies; here, where there is more space to run are the grown up. Most children are between the ages of 2 and 4. There are 10 boys of 5 years and a boy with 12 years. Initially the project was only for babies but as she explains "we are here to serve and we adapt to reality and needs." Of the 40 children, they almost double the number of employees who are 70 and still have an average of 35 volunteers, some of them more than 10 years.


A HOUSE WITH LOTS OF AFFETIONS

They try that the routine and affections are as close to home as possible. "Of course it isn't normal for a child to have 40 Mathernal Figures," tells me gracefully Mariana! The older children go to school in the morning and come back in the afternoon. The little ones have activities in the morning, they have lunch, they take a nap and there's still time for a little more of playing in the afternoon. Meanwhile, the older children arrive from school and the employees change the shift, in this dynamic it is a time of day when very lively moments are guaranteed .


SLEEPY TIME

We arrived at the time of the bath wich is a flurry at all the houses and this is no exception. Imagine bathing 20 children! The bathroom is very well organized! On one side the girls take a bath and the boys on the other. The bathtubs are high to make it more comfortable for the 40 caregivers who, in this manner, make the task a little easier.

Time to sleep. We peek at the rooms. They're all very welcoming. They have pictures of the children near their beds, toys and a common closet that matches the wardrobe in the rooms.

Organization is the key word and in such a large family it couldn't be otherwise. I see in several details that an effort is made to make this a house more than an institution, it is a house with a Big Family and this is spectacular!


THE CHILDREN

After the tour of the house comes the part that is more delicate. "By now, everyone must have woken up from the nap!" So far we're in a house talking about children, not being completely abstract when we put faces on the children, our hearts get tighter. Instinctively I think these children should be with their parents; but with the same speed I think these are the children who are fortunate to have a team with spectacular people who fight for their well-being, when this couldn't be done by their parents or the nearest family. I'm aware that one of the reasons for the adoption process is so lengthy it is - also - due to the fact that so many opportunities are given to the biological family.


WAYS TO HELP

It doesn't go unnoticed the genius idea of the lists of necessities that monthly are updated in the site of Ajuda de Berço, a despensa (the pantry). In addition to punctual or regular donations, volunteering can also have the same rhythm. For those who can not maintain this regular routine, there may always be occasional actions that take place throughout the year. There is also the possibility to make a solidarity phone call (760 300 410) or to buy the watch from Swatch, faithful support of this institution.


AND WE'RE PART OF THE PROJECT

It wouldn't be by chance that three girls dressed almost like the same: dress or skirt of jeans, pink t-shirt and bow in the hair, those sweeties! When I see those faces smiling and happy, stretching out to see what happens when we cross the corridor, I think: I'm glad we're going to help this house. This project is "building" happy and peaceful children and it is a privilege to be part of it. Don't forget your empty packages and help too!