Existem várias formas de ser solidário. Qual é a vossa?

BENS . TEMPO . DINHEIRO

Aqui vão encontrar boas ideias para ajudar da forma como mais gostarem!

English version below

DESAFIO DO MÊS

TIRAR UMA FOTOGRAFIA, ENVIAR UMA MENSAGEM DE AMOR

CAPACITAÇÃO

Conhecemos a CAIS pela revista mas, depois da conversa com a Conceição Cordeiro (Directora Executiva) e o Helder Neto (Coordenador de Marketing e Comunicação) que estão fisicamente na sede em Lisboa, ficamos a saber que é um projecto muito mais abrangente. Mas comecemos por aí. A revista é uma ferramenta de capacitação. A associação não trabalha só com pessoas sem abrigo, mas também com desempregados de longa duração e na generalidade com indivíduos que têm algum tipo de fragilidade de integração social.

PROJECTO DE VIDA

No sentido de ultrapassar essa lacuna, quando alguém chega à CAIS - referenciados por alguém ou por algum dos parceiros, entre os quais estão a "Santa Casa da Misericórdia" ou a "Comunidade Vida e Paz" - a primeira coisa que acontece é "desenhar um PROJECTO DE VIDA com uma técnica", projecto esse que é efectivamente assinado por ambas as partes. A partir daqui define-se se a venda da revista é a ferramenta adequada para a pessoa em questão, ou se será desenhado um caminho diferente. O apoio desta equipa é multidisciplinar e foca-se essencialmente no desenvolvimento de competências sociais e pessoais, mas não se esgota aqui. Balneários, Cantina Social, formação em técnicas de venda, gestão financeira familiar ou apoio na aprendizagem da língua portuguesa, são exemplos de outras valências que possuem.

REVISTA

A revista é vendida às segundas, quartas e sextas nos locais indicados no site e que podem ver no link que vos deixamos em baixo. Neste momento existem 40 vendedores, maioritariamente homens (4 são senhoras) e é possível comprar a revista em Lisboa, Porto, Coimbra e Almada. Conta-me a Conceição que com a venda da revista, os utentes "começam a acreditar que é possível dar a volta à vida". O vendedor pode levar 30 revistas de cada vez, pagando 30% do valor no acto de entrega. Dos 2€ que custa a revista, 70% são para o vendedor, o que permite, em média, obter um rendimento que varia entre os 200€ e os 300€ por mês.

O NOSSO DESAFIO

Escolham uma fotografia ou imagem relacionada com a CAIS. Pode ser uma fotografia vossa com a revista, junto de um outdoor da CAIS, uma imagem que esteja no facebook da CAIS ou até retirada do nosso desafio. Por cada fotografia que colocarem nas redes sociais (facebook + instagram) vamos fazer um donativo de 0,50€ para a CAIS. Temos 100 fotografias para oferecer. Devem pôr os seguintes hashtags: #mubu4good #associacaocais

Além disto, e porque estamos no mês que se celebra o AMOR, sugerimos um presente especial para o vosso Amor. Façam um donativo de 14€ (sim, sim, a lembrar o 14 do Dia dos Namorados), enviem o comprovativo de pagamento para a MUBU (mubu4good@gmail.com) juntamente com nome e email da vossa cara metade e nós vamos enviar-lhe uma mensagem de S. Valentim! Será que existe um presente mais romântico??? E ao mesmo tempo solidário!

Em breve estará disponível a ficha de instituição da CAIS no site da MUBU4GOOD. Se quiserem saber outras formas de apoiar a CAIS vão ao site e cliquem no logo da instituição.

MAIS QUE UMA REVISTA

Como dissemos no início a Associação CAIS não se esgota na revista. Ora vejam outros exemplos:

CAIS RECICLA: Oficina criativa que desenvolve produtos de eco-design, partir de materiais de desperdício cedidos por diversas empresas e com o apoio da UNICER. Em parceria com designers é criado merchandising que é vendido a empresas e entidades como a Casa da Música ou o Museu de Serralves;

CAIS VAI À ESCOLA: Acções de sensibilização junto da camada mais jovem da sociedade; 

CAIS BUY @ WORK: No Lagoas Park e Quinta da Fonte, o Sr. António está a ajudar a implementar este serviço que a CAIS pretende ver replicado em mais locais estratégicos na cidade. Com o custo de 1€ são feitas encomendas de serviços durante a manhã (até às 13h) e entregas durante a tarde (até às 17h). Ir à farmácia comprar um medicamento, comprar pão para levar ao final do dia para casa, ir buscar uma camisa à lavandaria, não tiveram tempo para dar um salto aos correios ou para comprar um presente de aniversário, em todos estes casos a CAIS pode ajudar. Digam lá se não gostavam de ter este tipo de apoio junto do vosso local de trabalho?

Desejamos um óptimo mês de Fevereiro para TOD@S!


PARCEIROS MUBU


INSTITUIÇÕES BENEFICIÁRIAS


MUBU ONLINE


(English Version - Versão em inglês)

There are several ways to be solidry. What's yours?

GOODS . TIME . MONEY

Here you will find good ideas to help in any way you prefer!

CHALLENGE OF THE MONTH 

TAKE A PICTURE, SEND A LOVE MESSAGE


CAPACITATION

We know CAIS by its magazine, but after talking to Conceição Cordeiro (Executive Director) and Helder Neto (Marketing and Communication Coordinator) who are physically based in Lisbon (the instituion's head office), we got to know that it is a much more vast project. But let's start there. The magazine is a capacitation tool. The association does not only work with homeless people, but also with long-term unemployed and in general with individuals who have some kind of social integration fragility.


LIFE PROJECT

In order to overcome this gap, when someone arrives at CAIS - referenced by someone or one of the partners, among them the "Santa Casa da Misericórdia" (Holy House of Mercy) or the "Comunidade Vida e Paz" (Life and Peace Community) - the first thing that happens is "to draw a LIFE PROJECT with a technician", the project that is actually signed by both parties. From here it is defined whether the sale of the magazine is the appropriate tool for the person in question, or whether a different path will be drawn. The support of this team is multidisciplinary and focuses essentially on the development of social and personal skills, but it doesn't ends here.

Bathhouse, social canteen, training in sales techniques, family financial management or support in learning the Portuguese language, are examples of other valences they have.


MAGAZINE

The magazine is sold on Mondays, Wednesdays and Fridays in the places indicated in the website and that you can see in the link that we leave you below. At the moment there are 40 sellers, mostly men (4 are ladies) and it is possible to buy the magazine in Lisboa, Porto, Coimbra and Almada. Conceição tells me that with the sale of the magazine, the users "begin to believe that it is possible to turn their life around". The seller can take 30 magazines at a time, paying 30% of the value on delivery. Of the 2 € that the magazine costs, 70% is for the seller, which allows, on average, to obtain an income that varies between 200 € and 300 € per month.


OUR CHALLENGE

Choose a photograph or image related to CAIS. It can be a photograph of you with the magazine, next to a CAIS billboard, an image that is on the CAIS facebook page or even removed from our challenge. For each photograph you put on social networks (facebook + instagram) we will make a donation of 0,50 € for CAIS. We have 100 photos to offer. You should put the following hashtags: #mubu4good #associacaocais

In addition, and because we are in the month that is celebrated LOVE, we suggest a special gift for your Love. Make a donation of € 14 (yes, yes, to remember the 14th of Valentine's Day), send the payment comprovative to MUBU (mubu4good@gmail.com) along with your name and email address of your better half and we will send them one Saint Valentine's message! Is there a more romantic gift ??? And at the same time solidary!

Soon CAIS institution form will be available on the MUBU4GOOD website. If you want to know other ways to support CAIS go to the site and click on the institution's logo.


MORE THAN A MAGAZINE

As we said at the beginning Association CAIS doesn't end up in the magazine. Take a look at other examples:

CAIS RECYCLE: Creative workshop that develops eco-design products, from waste materials provided by several companies and with the support of UNICER. In partnership with designers is created merchandising that is sold to companies and entities such as Casa da Música or the Serralves Museum;

CAIS GOES TO SCHOOL: Actions to raise awareness among the youngest members of society;

CAIS BUY @ WORK: In Lagoas Park and Quinta da Fonte, Mr. António is helping to implement this service that CAIS intends to see replicated in more strategic locations in the city. With the cost of € 1, service orders are placed in the morning (until 1 pm) and deliveries in the afternoon (until 5 pm). Going to the pharmacy to buy a medicine, buy bread to take home at the end of the day, get a shirt to the laundry, haven't had time to jump to the post office or to buy a birthday gift, in all these cases, CAIS can help. Tell us, wouldn't you like having this kind of support near your work place?

We wish ALL of you a great February!